quinta-feira, 5 de agosto de 2021

RB007.00 Recordando «A orgulhosa de Fowler»

Em devido tempo, escrevemos:
 
«Todos os arrogantes têm uma história triste por trás. Isso acontecia com aquela mulher, a orgulhosa de Fowler. Uns anos antes, tinha sido violada, roubada e, não contentes com isso, ainda lhe raptaram a filha... Nunca mais soube dela.
«Um dia, o filho de alguém que participara nesses atos chegou ao seu rancho e contratou-o. Ambos se reconheciam na história do passado, mas tentaram ocultar isso um ao outro. Relacionavam-se, sempre com algo escondido nesse relacionamento.
«Ela conduziu a sua vingança e fê-lo ir parar à prisão...
«A novela desenvolve-se verdadeiramente cinco anos depois. O ex-presidiário procura a menina raptada e, após ter abatido os que efetivamente participaram no vil ato, trá-la para junto da mãe.
«Mas alguém o esperava com más intenções, alguém tinha cometido ações torpes na sua ausência.
«Eis mais uma narrativa de Joe Mogar um pouco complexa, em determinados momentos, com passagens muito comoventes.
«A capa, magnífica, não assinada, mostra o retorno a Fowler com a menina raptada, entretanto vítima colateral do ataque que lhe moveram no regresso.»
Chegou agora o momento em que podemos publicar esta obra, dando a conhecer integralmente o seu conteúdo nos próximos dias o qual ficará a enriquecer o nosso blog dedicado à Coleção Rio Bravo. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Outras passagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...